sábado, 1 de agosto de 2009

É bom estar em casa!

Amigos queridos, estou me recuperando bem. Agradeço o carinho de todos. Aos poucos eu vou voltar a comentar nos blogs de vocês. Estou com muita saudade disso e de vocês também.

Bom vou deixar abaixo a primeira parte do meu diagnóstico. Bom meus queridos não é um diagnóstico assim tão positivo, mas a vida vai continuar. É importante entender bem essa primeira parte do diagnóstico para poder entender qual é meu quadro clínico. Como ficaria muito extenso postar tudo de uma vez só, vou postar de duas vezes.
Bom cheguei hoje por volta de meio dia do hospital. O Alê e mamãe estão o tempo todo comigo, cuidando bem de mim. Amanhã minha irmã e irmão e cunhados vêem me ver. Nessas horas a gente vira o centro das atenções e isso é de certa forma bom né?
Depois de me alimentar (comidinha da mamãe) dormi um pouco, estava com saudade de minha cama, desse ambiente gostoso de meu apartamento.
Agora a tarde quando acordei, eu li os comentários de todos vocês ok? Fiquei feliz com as manifestações de carinho de todos vocês. Quero agradecer aqui o carinho e apoio que demonstraram ao Alê também e peço a vocês que façam sempre isso. As vezes sinto que ele está com mais medo que eu.
Também quero agradecer o amor de minha mãezinha que veio ficar comigo por uns dias. Mamãe é bom te ter do meu lado agora, te amo e me sinto muito amado. Você é importante em minha vida. Sua força é minha força. Te beijo ternamente.
Alê, minha vida você é minha inspiração e motivo pelo qual desejo viver intensamente. Não precisa ter medo não! Se lembra dessa frase? Pois é. Eu estou apenas passando por um momento de amadurecimento, estranho, mas é isso. E eu vou ficar bem, você sabe disso, eu sei e a gente acredita nisso, não é verdade?
Sabes que meu amor não vai mudar e tudo que eu preciso agora é de sua presença alegre e contagiante.
Amigos, é isso. Se não o post fica demasiado longo.
Beijo vocês, Jason Waiderson.
PS. Posto o diagnóstico amanhã. Cansei e já escrevi muito hehehehe

8 comentários:

Liciane disse...

Puxa vida, cheguei de viagem e até levei um susto!!
Ainda bem que vc já está em casa!! Logo estará bem, ficará 100%!!
No post abaixo fiquei com tanta peninha do Alê...tadinho.
É tão lindo o amor e carinho que vcs têm um pelo outro.
Desejo sinceramente que você fique bem logo! E que tudo volte ao normal.
Adoro vcs!!!
Bjs no coração.

Daniel Braga disse...

Nossa... boa recuperação pra você. Descanse. Até quando você voltar. Abraço.

*DB*

Rond disse...

\o/
q bom q jah tah em casa, desfrutando do carinho da mamae e do amorzão!
Deus esteja com vc!

Desarranjo Sintético disse...

Calma queridos!
Eu sei que deve ser mesmo um sentimento de impotência, mas tu está errado em dizer que não ode fazer nada...pelo contrário, seu amor te mantém forte e fortifica o Jay...e isso é muita coisa e uma coisa que só vc pode fazer...
E vai ver que nada de mau vai acontecer, tudo semrpe acontece pelo melhor, vai ver é melhor ter descoberto agora por acaso do que depois se tivesse masi crescido, e em último caso, o rim é um órgão que se regenera! Ou seja...é só um estresse passageiro!
Vou estar torcendo por ambos e enviando energias positivas para a recuperação!

Abraços caras!

Fábio.

Jotavê disse...

Que bom que já está em casa, mas o diagnóstico que era o alvo desse post, voce deixou para o próximo, parece até merchan -qqqq

Marcelo Novais disse...

Que otimo que jah está em casa =D
Boa recuperação!
te linkei no meu blog ok?

Caco Olli disse...

Vai dar tudo certo Jason. Tenha fé, e aproveite o amor dos que torcem por você.

Lady Vanilla disse...

Calma, não se esforce muito!!!

Eu sempre estarei aqui, mesmo que vocês não peçam... Acabei me afeiçoando ao blog e a vocês também e para cada passo dado, estarei mandando minha energia positiva e minha fé para vocês dois passarem por mais essa da forma mais suave possível. Estarei, assim como todos que se apaixonaram por vocês, sempre por aqui... Bjão Jay e Alê!