quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Menino Prodígio - Vem ver!

Bom eu não vou falar muito. O menino prodígio é essa figura carismática que nos deixa surpresos com seu modo particular de falar e ver o mundo. Bom, ele é inteligente, bonito, descolado, "fresqueinho" e de bem com vida. Segue aí e depois visita o blog dele aqui >>> http://enriquecoimbra.blogspot.com/ - Ironias Socias & Tais
E ele começou metendo a boca no trombone kkkk menino corajoso!!!
Brasil - O País do bacanal – política, futebol e violência: vêm que tem

E tem mesmo! País onde todo mundo sabe que político enfia notas na cueca cagada. País onde as pessoas PAGAM para votar no Big Brother ao invés de se dedicarem a escolher melhores políticos (ou MENOS PIORES) pra governar. País onde enfiar uma tábua no brioco do “viadinho” é agir como macho. País que mistura culturas, etnias, mas que ainda sofre com o preconceito. O que está errado com o Brasil?! O que está errado com a PORRA DO MUNDO?! Quer melhorar isso, caro mané que me lê no Ká Entre Nós?

Então assuma quem você é! Deixe de jogar nas regras de CU da sociedade atual. Se o aquecimento global tá aí e o Brasil é o caralho que você diz ser, então mova essa sua bunda de baleia azul da cadeira do PC e faça sua parte. Porque falar mal do país mais livre de desastres naturais é fácil. Difícil é merecer isso. Parem de assistir um monte de machos sem estudo correndo atrás de uma bola com salários milionários, que geram mais brigas do que paz, e faça algo de útil para o país. Ele é seu também, burro ¬¬’


1.Fale de você:
Eu sou Enrique Coimbra (dãar), tenho 17 anos de idade. Tô no terceiro ano do ensino médio e sou ator. Exerço profissão e nunca fiz teste do sofá totalmente nu.

2.Como você classifica o seu blog? Irreverente, ousado, descontraído, ou...? Por que?
Verdadeiro. Ele nasceu na minha época mais triste, quando estava afundado na privada de deprê. Ela era o meu desabafo. Quando o retomei, eu percebi que podia transmitir o que eu vejo e sinto através da ironia, jogando a verdade NA CARA, sem choradeiras.

3.Por que o nome Ironias sociais e tais? De onde veio esse nome?
Obviamente, eu faço ironias com a sociedade que vivemos. Jogadores de futebol comedores de travestis, adolescentes do ensino médio que não são mais inteligentes do que uma marmota e a falta de personalidade são alguns exemplos das coisas que ironizo. É uma ofensa àquilo que nos ofende.

4.
Quem é o blogueiro Enrique? Existe uma diferença entre o Enrique blogueiro e o Enrique no dia-a-dia com a família e amigos?
O blogueiro Enrique expressa a realidade de forma meio “ofenso-cômica-vidalok” numa página. As pessoas que lêem, o fazem por vontade própria. Eu não ameaço arrancar o pau de ninguém. Com meus amigos, sou a mesma porra louca do cu, mas não jogo tantas “ofensas” assim, pois ninguém é obrigado a escutar merdas. Com a minha família, excluo alguns palavrões.

5.
Você escreveu um livro? Qual o título e o assunto central desse livro?
Sim, escrevi o Lado B – Primeira Temporada, que trata do que muitos adolescentes que conheço têm: dúvidas sobre si mesmo, envolvendo dinheiro, drogas, sexo e rock ‘n’ roll. O protagonista, Éron, é abandonado pela namorada e pela melhor amiga e se encontra sozinho. Até que seu primo, da França, chega ao Brasil, pra dar um fim (ou seria um reinício?) na vida do Éron.

6.
É um livro eletrônico ou está nas livrarias também?
Por enquanto, é eletrônico mesmo, virtual boladão. Eu ainda tenho dúvidas se devo ou não mandar pra alguma editora, até porque o livro é livre dessas regrinhas de etiqueta imbecis, e uma editora poderia cortar muito da voz do livro, porque ele é um GRITO pra muita gente.

7. Está escrevendo outro livro? Sobre?
A segunda temporada de Lado B, e estou com um projeto de ficção-científica, sobre anjos, demônios, crianças índigo e muito misticismo.

8.Você se considera “fresquinho”, explica isso.
É o seguinte: até encontrar uma coxinha com cabelo na cantina do colégio e ter vomitado NO colégio, eu comia sem frescuras. Depois do GORILA que paguei, eu não consigo comer comida de outras pessoas. Tenho nojo. E por odiar Sol, calor, ficar suado, por gostar de conforto e ser muito sensível, me considero fresco. Eu sei que sou. Dane-se.




9. Ser “fresquinho” pra vc não é o mesmo que ser gay. Qual a diferença?
A diferença é a seguinte: ser fresco é ser um pouco menos machista, mais “peculiar”. Ser gay é ficar de pau duro toda vez que o Jacaré (ex-É O Tchan) aparece na TV.

10.Você é: virgem, gay, bi, hétero ou depende do momento? Porque?
Eu sou virgem. TOTALMENTE. O máximo que já fiz foi dar beijo na boca de língua. Eu não sou gay, como muitos pensam. Eu já tive minhas experiências homossexuais, mas nunca passaram de beijos mesmo. Mas foi necessário pra abrir minha mente.

11. Existe bem-resolvidos confusos? E mal-resolvidos descolados? Como assim?
Sim, sim! Digamos que o cara seja totalmente hétero, mas num dado momento, talvez até por admiração demais, ele se pega pensando mais no amigo que dá pinta. Isso deixa o cara MUITO confuso. E o que não falta são mal-resolvidos descolados. Vemos isso nos colégios, aqueles que zoam, mas quando bebem são os primeiros a correrem atrás de um bambu pra sentar.

12.Como você classifica o comportamento gay em geral?
Eu não vou classificar o comportamento por SEREM gays e sim por serem homens. Homens possuem uma necessidade sexual duas vezes maior que da mulher, o que rotulam de promíscuos, mas eles não são. Eles estão apenas sedentos por sexo. Até mesmo por seguir a onda: todo mundo faz, vamos fazer também. Héteros são assim também. As mulheres são menos sexuais, mais românticas mesmo.

13. O que você tem a dizer sobre a homofobia?
É o caralho, da porra, do bosta, do filho da puta do preconceito! Gente, se o cara/mulher quer ficar com alguém do mesmo sexo, por que se intrometer? Ele não está fazendo mal pra ninguém! Vão se preocupar com a eleição ou com a secreção genital. E isso vale pra racistas!

14. Você acha que seu vocabulário e o modo todo pecualiar de falar te torna mais legal? Mais invejado ou mais descolado?
Boa pergunta. Eu escrevo assim porque eu gosto, saca? Eu acho palavrões e gírias derivadas do “tiopês” coisas muito expressivas. E eu era mudo. Acho que, hoje em dia, você pode ser invejado até por nascer com um piru na testa. Qualquer coisa gera inveja. Então não é pelo modo de escrever, talvez seja pela minha coragem de fazer isso.

15.
Você considera seu linguajar erotizado?
Um pouco, é real. Quantas vezes os filhos escutam os pais falarem “PORRA”, “CARALHO” em casa? É uma coisa comum, e eu acho feio. Mas como eu disse, eu uso esse linguajar feio pra ofender quem me ofende. Um tapa sem mãos. Quem se masturba com meus textos é TARADO, isso sim...

16. Cita, (sem citar o Ká Entre Nós) dois blogs que você admira e porque.
Difícil, pois curto mais de dois. Os que me chamam a atenção são os seguintes: o Literatura Exposta (
http://literaturaexposta.blogspot.com/) e o Bubble Wrap (http://silenceisscarysound.blogspot.com/). Ambos possuem sentimento (e são mais leves que o meu blog!) e isso me anima.

17. Cita ( menos Jay e Alê) um blogueiro que você admira e porque.
Dayana Nóbrega (
http://lemondrops0.blogspot.com). Além de escrever MUITO bem, ela é o tipo de pessoa que sabe lidar com qualquer pessoa, mas sem ser falsa. Ela escuta, não tem preconceitos e toca violão que é uma beleza. Pena que ela não tem atualizado o blog...

18.Maior sonho...
Ganhar um Oscar.

19. Maior medo....
Me sentir vazio de novo.

20. Em seu tempo livre quando não está blogando, o que gosta de fazer?
Ouvir música, ler, ver muuuitos filmes e séries, abraçar minhas cadelas e dizer pra minha mãe que o meu amor por ela é infinito. Desmunhequei, né?

21. O que mais te encanta na blogosfera? Por que?
As pessoas ganham VOZ na blogosfera. Uma voz que poucas possuem na vida “física” delas. Elas se tornam importantes, porque sabem que suas palavras estão sendo lidas e isso é mágico.

22. Se você tivesse que se definir em 3 palavras:
Louco da porra. HAUAHHAU

23. O que é o amor pra você? Existe amor verdadeiro?
Pra mim, é uma palavra usada para definir um sentimento que não se define, que funciona de maneiras diferentes pra cada pessoa. Sei que ele, quando causa dor, não é válido...

24. Em apenas uma palavra:

a) Deus: inexistente.
b) amizade: tesão.
c) família: base.
d) trabalho: prazer.
e) dinheiro: poder.
f) amor: pureza.
g) sexo: no-jen-to.
h) política: cuecas.
i) Presidente Lula: molusco.
J) Seleção brasileira: morram.
L) Música: essencial.

25. Se você tivesse que me fazer uma única pergunta, qual seria e porque?
Baseado em Matrix, amo essa pergunta: O que é real? Como define real?
Caraca, que pergunta hein? Isso dá uma tese de mestrado. Real é a capacidade que temos de sintetisar as impressões que capitamos com nossos sentidos. Tudo que experimentamos pode não ser verdadeiro, mas do ponto de vista da matrix é absolutamente real porque o verdadeiro não existe, existe apenas impressões sobre o real. Como a entrevista é sua, tá bom até aqui?
26. Algum recado em especial?
Minhas crianças (AHUAHA), eu gostaria de agradecer a vocês pelas perguntas, pela coragem de me colocar aqui no blog de vocês, sabendo que eu escrevo do jeito que escrevo. E eu admiro a chance que vocês dão de espalhar emoções através do blog, não só de vocês, mas de quem passa por aqui. Nunca deixem de acreditar que isso faz um bem DO CARALHO!
Rapaz, nada a agradecer, esse espaço aqui no Ká Entre Nós tem tentado ser cada vez mais aberto e democrático e não nos importa se tem alguém querendo cercear nosso direito de expressão que é seu também. Agradecemos a você por aceitar nosso convite e por se abrir de forma sincera e positiva com a gente. Pra nós dois foi uma honra ter sua participação aqui. Bju nosso.
Jason Waider, o próprio.

27 comentários:

Dil Santos disse...

Oi Jay, tudo bem?
Menino, achei massa a entrevista e ele é desbocado mesmo né? ahahahahahah
Mas é massa assim mesmo, kkkkkkkkkk
Tô esprando vc's lá heim? Ah, quando for, vai olhando os comentários, saberão de quem se trata, rs.
Alê, falo mais nada com vc. Até hj, estou esperando vc pra gente bater resenha, kkkkkkkkkkkk

bjo meninos
:)

Paulo Braccini disse...

foi um prazer conhecer o blogueiro Enrique Coimbra, bem como, o seu trabalho ... muito bom mesmo ...

bjux

;-)

Edilson disse...

Queridos Jay e Alê:

Ótima pedida de vocês.Realmente a forma como o Enrique se expressa demonstra um certo despudor ao usar linguagens vulgares e alguns palavrões, mas na verdade ele reflete a verdade nua e crua.Talvez se vivêssemos em um país menos hipócrita não nos chocaríamos tanto. Ele joga uma luz sobre a realidade brasileira tão maquiada e com sua força e deboche tira os véus desta máscara social em que vivemos. Parabéns vocês como sempre tem a escolha certa e na medida. Beijossss e parabéns ao Enrique pela coragem de se desnudar para todos.

Andreia disse...

Olá Jay, entrevista show de bola!
Querido vim te convidar para comemorar comigo um ano do meu blog participando de minha primeira coletiva que será no dia 28 deste mês!
Tua presença e suas idéias tenho certeza farão a diferença.
Passa lá no blog para pegar o selo e ver os detalhes, conto com tua participação, viu!
Beijo na alma e tenha um dia de muita luz...

Norberto disse...

Post show de bola. Admiro muito o Enrique e como ele vê o mundo. Estou acompanhando o blog Ká Entre Nós e também me agrada bastante. Até mais!

FOXX disse...

boa entrevista, e belas fotos dele...

só q a idéia dele sobre ser gay é bem homofóbica né?

adolescent subjects' disse...

show, *________*
melhor entrevista não tem. x)
abraços.

S.A.M disse...

Adoro quando voce entrevista as pessoas! haha

Mas a opnião de cada um é de cada um né?

Parabens pelo blog... ^^

Renato Orlandi disse...

Aaah mto boooom, vou super visita-lo fiquei curioso tb. bjj

Bela Lima disse...

Acompanho SEMPRE o blog dele e acho bacana o jeito que ele se expressa.. Bem original!
Gostei daqui tbm...
Seguindo ;*

Caio Lima disse...

ele apareceu no meu blog recentemente e logo ja fui com a cara dele. Mas agora depois dessa, pelas opiniões dele, adorei mesmo.

Mas duvido que ele fale mais palavrões do que eu...HAHAHA
pessoa mais desbocada do que eu ainda está para nascer kkk

depois eu passo no blog dele eu andei meio sumido do blog de todo mundo inclusive do meu ohhh

HAHAHAHAHA
fui

Ale Sbano disse...

Se o blog é uma forma de ter voa e se mostrar aos outros,o Henrique é umas das pessoas que conheço que melhor o faz,e sem medo do que vão pensar,é o que chamo de nã ter medo de se mostrar,não ir de acordo com o que a sociedade manda..
É preciso ter personalidade e maturidade para fazer isso,e é por isso que eu adoro o blog dele.
Também gosto de seus comentários no blog,pois ele respeita o que estamos falando,mesmo que não concorde.
Eu queria muito que existissem pessoas menos hipócritas no mundo,e mais claras como ele..
to seguindo o entre nós..perguntas muito boas mesmo!
bjusss

Ale Sbano disse...

Se o blog é uma forma de ter voa e se mostrar aos outros,o Henrique é umas das pessoas que conheço que melhor o faz,e sem medo do que vão pensar,é o que chamo de nã ter medo de se mostrar,não ir de acordo com o que a sociedade manda..
É preciso ter personalidade e maturidade para fazer isso,e é por isso que eu adoro o blog dele.
Também gosto de seus comentários no blog,pois ele respeita o que estamos falando,mesmo que não concorde.
Eu queria muito que existissem pessoas menos hipócritas no mundo,e mais claras como ele..
to seguindo o entre nós..perguntas muito boas mesmo!
bjusss

Bruno disse...

Ah, gostei! :D
Vou dar uma passadinha no blog dele

bjo

Nanda Oliveira disse...

Descobri o blog desse guri e gostei.
Criativo, tem uma linguagem própria, objetivo.
Isso é bom, tô cansada de textos futeis.

rs
XOXO!

@philipsouza disse...

hahahaha,,,,desbocado mais do que eu nao ha, eu ja fui la e venho comentando....hehehehhe

abraço Jay e Ale...voltando aos comentarios...


fuii

Caroline. disse...

ASHSAUASHASUASHSAU gente adorei esse menino =D
fui la no blog dele sahasuas muito bom \o/
Beijão pra vocês =*

CPessoa disse...

O rapaz fala o que pensa, acho isso legal.
Meio explosiva essa combinação de sagacidade + sinceridade + uma boa dose de palavrões, hem? XD

Enrique Coimbra disse...

Gente, vocês são mara. Agradeço quem visita e quem gosta. E, tipo, homofóbico, FOXX? Jamé HAUAHAUAHUAHAUH Valeu, galeree gritae

jefhcardoso disse...

Olá! Desculpe a invasão, mas ocorreu que o encontrei no quadro de seguidores do Qualquer Coisa do Kim Souza; como ele me homenageou publicando um texto meu, eu achei válido lhe convidar a conhecer o meu http://jefhcardoso.blogspot.com . Interessa-me muito a sua opinião sobre o meu mais recente trabalho (O Diário de Bronson).
Se visitar hoje o Qualquer Coisa irá ler o meu O Jardim da Morte.
Forte abraço: Jefhcardoso.

Fumaça Subindo disse...

meu apelido era menino prodigio

Rafael Lopes disse...

Aee Jay e Alê, mais uma entrevista contagiante.

E o guri é bocudo mesmo heim, rss


abraço pra vocês

Ausência Instável disse...

Eu adoro o Enri, e não há como não não gostar, ele é estilo único, e super esponjado, sua personalidade é seu diferencial.
E realmente a forma que ele descreve, é mais um tapa na cara pra a alguns acordarem.

Adorei adorei adorei adorei ..
Ameiii ...

Obrigado Jay&Alê, pelos Parabéns.
Realmente fazem parte da minha VIDA.

Beijoes!

Lex disse...

nossa rs ... é meio chocante algumas respostas, mas creio q essa é a real intenção mesmo.
Muito boa a entrevista, o conteudo apresentado tbm é nota 10.
Ah ! outra coisa ..vim aqui dizer q essa minha ausencia de blogs já esta pra acabar .. to com mt saudade de estar mais presente no mundinho de vocês, e penso nesse universo de blog todo dia ,vim deixar aqui um meio de contato, e se caso nao use msn Jay, deixa comigo algum outro meio ok ?!
xandrehsv@hotmail.com

mega abraços apertados, e se cuida.beijoos

Amon Ribeiro disse...

ha uhauhau Achei muito engraçado esse post e muito valido esse espaço. Adorei esse muleque desbocado pq eu tb sou desbocado e fico muito feliz quando encontro alguem que fala mesmo e assume... Odeio ambientes q nao posso xingar nada nem ninguem.. Enfim. ele é um cara de 17 anos né.. ta crescendo e se encontrando.. Normal esses textos de coragem, ousadia e radicalização. Tomara q continue assim e não seja como a maioria de nós que cresce e deixa as ideias de lado pra seguir o fluxo..
Abs e muito sucesso!

Diego Marques disse...

Adorei o post e me identifiquei em alguns aspectos com o entrevistado!!!

sds

Dayana Nóbrega disse...

Nossa, ainda estou sem palavras por ler meu nome. O Enrique é um querido, MUITO talentoso, muito original e é aquilo que você sempre viu, só que de uma forma diferente..entende? nem eu! Mas eu adoro e tenho orgulho de ter esse guri como amigo.
Arrasou!