segunda-feira, 1 de junho de 2009

Quando a gente perde a esperança

SEM ESPERANÇAS? COMO ASSIM? POR QUE?

Sexta-feira, início do mês passado. Era quase 10 da noite. Eu estava na sala. O som bem baixinho tocava ( All4One – Beautiful) e eu pensava em um amigo blogueiro. O Alê chega da facul e me vê ali reflexivo e me diz oi amor, tudo bem? O Que foi? Parece preocupado?
__Tô aqui pensando em um amigo blogueiro.
__Uê, como assim? Você conhece ele? De onde?
__Não, só virtualmente.
__Sei... esse blog tá mexendo demais com você. O que tá pegando Jay?
__Oh amor, nada, nada não. Deixa de ciúmes e vem me dar um abraço. Eu tô pensando no que ele me disse. O que leva uma pessoa a perder a esperança no amor? Por que será que alguém desiste de ser amada e feliz no amor?
__Ah sei lá meu bem. Talvez ele tenha os motivos dele.
__Eu entendo Alê, mas não é assim, não pode ser assim...
Ninguém deveria perder a esperança de ser amado. Afinal esse não é o sonho de todo mundo?
__É amor, claro que é. Mas sabe Jay as vezes acontece coisas, desilusões, encontros e desencontros que vai ferindo a pessoa e aos poucos ela perde a esperança e o encanto.
__Eu até entendo Alê, talvez o problema seja que eu fique tomando minha vida como referência né? Eu nunca desisti, e eu nunca vou desistir daquilo em que eu acredito. Será que é porque eu tive que enfrentar tanta coisa muito novo que fico querendo que seja diferente com os outros? Será porque que alguém tem que desistir de ser feliz?
__Jay, talvez ele não desistiu de ser feliz, pode ser que ele desistiu de amar e ser amado.
__Mas Alê, será que existe felicidade sem amar e ser amado? Ou gente fica fingindo...?
__Jay, eu não sei, mas cada um tem uma história. Cada um tem um jeito de enfrentar os desafios que a vida impõe. Se sua história tivesse acontecido comigo. Você acha que eu estaria onde você está?
__Humm, sei não. Mas vou arriscar dizer que não. Sabe porque? É o momento que define nossa ação. Não se pode dizer categoricamente o que teria acontecido se fosse você no meu lugar.
__Amor, você tem pensando muito nesse blog ultimamente. Você tem pensado mais nesse amigo do que em mim? Tô com ciúmes...
__Oh Alê, claro que não...
__Sei, sei. Como é o nome dele? Ele é de onde?
__ É o Lê, Sabe que não sei, é Belo Horizonte ou Natal.
__Como assim Jay? Já ta íntimo assim, chamando ele de Lê. Eu Alê, ele Lê... tô gostando não...
__Aiaiaiai... deixa de ciúmes seu bobo.
__Tá bom, mas ele falou o que o levou a perder a esperança?
__Falou, mas sabe, não me conveceu não! Eu até passei um e-mail pra ele, mas ele disse que não precisa insistir não. Nossa, me deu até um aperto no coração.
__Ah Jay, você não perde a mania de se envolver né?
__O que eu posso fazer amor? Deus me fez assim compassivo demais. É tão bom ser amado, acreditar que vale a pena, eu sempre acreditei... Se eu tivesse desistido alguns anos atrás onde eu estaria Alê? Onde?
__Você estaria escrevendo outra história, amor.
__Claro, e sem você nela. E a sua também seria outra. Melhor ou pior, não podemos dizer.
Mas eu vou continuar a falar com ele. Quem sabe ele não muda de idéia.
__Tá bom, mas vê se não se apaixona por ele, não!
__Aiaiaiai... seu bobo! Me dá um abraço, vai!
__Só um abraço?
__Nãaao, dois é melhor! srsrsrsrrs.
__Vamos comer? O que tem?
__Ahn, eu fiz omelete recheado e suco natural.
__Hummm, parece bom...
========================================================

Esse post de hoje é dedicado a um amigo blogueiro que perdeu a esperança no amor. E eu e Alê conversamos sobre ele.
Quem achar que vale a pena dizer algo que possa ajudá-lo a voltar a ter esperanças faça-o. A única coisa que levamos conosco é o amor... e se a gente não amar e ser amado, vamos levar o quê?
Bju nosso!

16 comentários:

Jotavê disse...

me identifiquei oi? .-.
sei que não sou eu, mas parece MUITO.

atoron a harmonia da vida de voces *-*

Alberto Pereira Jr. disse...

eu tb não sou de desistir de nada.. muito menos do amor

Rond disse...

Pro Amor as esperanças tem que estar sempre renovadas! Afinal de contas, existe sentimento melhor? não não...

Arcanjo Misterioso disse...

Sei de quem está falando, e ainda to tentando convencer esse nosso amigo de que não vale a pena perder as esperanças. Antes de conhecer meu ex eu até pensava como ele, mas por mais "clichê" que possa parecer, quando menos a gente espera aparece alguém especial.
Quando essa busca muitas vezes incansável parece que não faz sentido, é que devemos parar de nos preocupar e deixar que o detino se encarregue de acertar as coisas na nossa vida.

Junior Perina disse...

Oie tudo bem??
adorei seu coment no meu Blog..
Seja bem vindo!!!
Grande abraço

Ju Perina

Ryan disse...

Sabe, eu ja perdi as esperanças uma vez. É completamente destrutivo mas necessário. Assim você acaba reconstruindo aquilo que você perdeu de uma maneira mais sólida! O amor aparece, do nada, sem querer... Vem como um tsunami e arraza com tudo que ve pela frente ;D

Você sabe bem do que eu estou falando!
beijo

Arcanjo Misterioso disse...

PS.: Tem selinho lá no meu blog esperando...
Essa semana to marcando com o Júlio, e espero ter coisas boas pra contar hehehe

Ausência Instável disse...

Nossa, até um certo momento eu estava achando que era comigo esse seu post ... me me senti todo nele, como se servisse para mim tambem, mas foi de bom para mim.

Esses encontro e desencontros, são uma certa especie de que vai se desgatando e é por tantas tentativas que amar e ser amado, não entra em contos de fadas mais, nao é a mesma coisa de vc imaginar q sua vida estara bem qndo vc encontrará seu principe, porem toda rosa tem espinho. Mas nessas desilusoes que temos de acabar se doando mais, chega um estremos que não aguentamos, e a melhor forma é esquecer todo passado, e realmente dar um tempo a si mesmo, e levar a vida adiante porque se as coisas acontecerem com consequencias apos a outra, nunca chegara seu proprio momento de se amar, e de ser amado por si, é assim que me sinto hoje, primeiro "EU", depois "Eu", e depois "Você". Será egoismo? Não! É saber que tem momentos que vc tem q ser seu melhor amigo, e para amar alguém tem que se amar primeiro. A vida é uma lição, vc vai sempre fazer rasbiscos, e rasbiscos, e os rascunhos é da onde vc tira sobre grande moral de lição.

Bom, desabafei a metade.
Mas como disse, serviu para mim também.
Vlwwwwww Jay.
Boa Semana pro cês também.
Bjão

Philip Rangel disse...

Jey muito bom mesmo o post, olha eu concordo plenamente e entendo a sua preocupação....muitas vezes esse n~]ao acreditar é sempre por uma coisa no passado, ou por alguem sempre barrando nossos caminhos. Pessoas sempre dando opinioes de fora errados, pessoas essa q nunk fez parte com a sua vida. Sem contar que isso fere sim uma pessoa, pelos tantos problemas diarios que a pessoa recebe e pelos tantos fracassos ela acaba rejeitando a propria vida, e qndo chega a essa tanta rejeiçao de si mesmo, é caso de preocupar e tentar reverter ai sim entra os verdadeiros amigos, amigos como vc e o Ale que ja vivem e/ou viveram isso para colocar experiencias na pessoa e saBER um rumo a tomar...
abraçao

Caio Abreu disse...

Eu nao perdi a esperança no amor, só não acredito mais que ele possa durar para sempre, perdi as esperancas de acreditar que possa existir um amor para a vida toda... talvez um dia volte a acreditar, eu quero voltar a acreditar que pode ser eterno...

bjus procês!

FOXX disse...

aaaaaaaaaaaah
era pra ter colocado meu nome lá

qual a graça de falarem de mim se eu não viro estrela
hauahauahauhauahau

Wanderley Elian Lima disse...

Nossa! É a primeira vez que visito seu blog e dou de cara com a desesperança. É lamentável que existam pessoas que ferem tanto alguém a ponto dester alguém não mais acreditar no amor. O pior, é que quando isto acontece, todas as formas de amor também se perdem: amor ao próximo, amor a vida e o pior amor a si mesmo.
Um grande abraço

RP disse...

Adoro ciume!!!

≈ João Pé-de-Feijão ≈ disse...

Ai é são tantos posts que as vezes eu me perco hsiahsuiahsiuhasiu

Adorei o clima de casal! =} É FASCINANTE!

Anônimo disse...

Meu nome e Mateus nao diga que nao vejo esperança na vida mas sei que nao devo desistir mesmo por causa dos problemas que tive na vida a gente aprende de uma maneira ou outra mesmo estando triste devemos nos manter de cabeça reta pois todos sofremos na vida e dificil e eu nunca namorei mas nao por nao ter aproveitado direito a vida agora to tentando se reconstruir fazer uma faculdade e tentar levar a vida de boa.

Anônimo disse...

15/09/2017 - 20:26
Cá estou eu, desabafando em um post de 2009. O que eu estou fazendo com a minha vida?
Já tive algumas desilusões amorosas, mas vou relatar a última simplesmente pelo fato de que eu não tenho nada para fazer e provavelmente ninguém vai ler.
O cara que eu gosto namorava e terminou tem pouco tempo. Com a ajuda de amigos em comum eu consegui chegar nele.
Nós ficamos, porém ele parou no meio da ficada e decidiu conversar. No fim ele disse que estava apenas carente e pediu desculpas.
Dias depois ele me acompanhou no caminho de volta para casa (estudamos na mesma escola). Nós fomos até bem depois da casa dele pois ele queria me acompanhar, eu obviamente já fiquei toda iludida achando que ele poderia ter gostado da conversa ou algo do tipo.
Continuamos nos vendo todos os dias, mas só de vez em quando ele falava comigo.
Hoje, ele me acompanhou pela segunda vez. Nós paramos no mesmo lugar da outra vez para conversar mais, o caminho não é tão longo.
Ele me contou sobre as suas relações amorosas e disse que estava conversando com uma outra ex namorada e que gostava um pouco dela. Pouco tempo depois, ele confessou que ainda gostava da ex e que ela que havia terminado. Meu mundo desabou. Estou me sentindo tão mal. Não entendo o que leva alguém a usar outra pessoa da forma como ele me usou. Pelo menos é assim que eu me sinto, usada.
Se ele estava incerto dos seus sentimentos e tinha outras garotas em mente, por qual motivo o filho da mãe me deu tantas esperanças? Acho que o universo me odeia.
Pessoas assim fazem com que as outras desistam do amor.
Bom, é só isso mesmo. Foi bom desabafar. Que esse comentário nunca seja encontrado. Obrigada pelo espaço.
Grata e decepcionada, A.O.